O cartão de visitas é uma ferramenta importante para causar um primeiro impacto no seu cliente ou parceiro e por isso não deve ser menosprezado. Leve alguns sempre com você e não perca a oportunidade de entregar ele para pessoas que possam colaborar com sua empresa.

Network é uma das coisas mais importante do mundo dos negócios. Uma rede de contatos grande e de qualidade faz muita diferença para todos os profissionais que participam do mercado de trabalho, desde um pequeno empresário que realiza serviços no bairro onde mora, até um CEO de uma grande multinacional que precisa abrir novos mercados.

O que esses dois perfis de profissionais têm em comum é que ambos precisam de um bom e impactante cartão de visita para impressionar positivamente sua rede de network e clientes. A entrega do cartão de visita está normalmente acompanhada do primeiro contato com um cliente ou parceiro e irá dizer muito sobre você e sua empresa. Muito mais do que você imagina.

É impressionante o poder que tem um pequeno pedaço de papel de 9x5cm com meia dúzia de palavras escritas. Pode ter a certeza de que ele é decisor em muitas negociações de empresários. Um bom cartão de visitas passa a segurança de que você é um profissional sério e competente.

Mas fazer um cartão de visita é mais difícil do que se imagina. É necessário um poder de síntese enorme para conseguir persuadir um prospect tendo apenas um pequeno pedaço de papel como recurso. Por isso, delegue esse serviço a um profissional qualificado e de sua confiança.

Se você já tem um cartão de visita e ficou na dúvida se ele é bom e de qualidade, a Evonline elegeu os cinco erros mais comuns em cartões de visitas. Se o seu tiver algum deles, talvez seja a hora de criar um novo.

Veja também: 7 dicas para reuniões mais produtivas

cartão de visita

» 1. Cartão de Visita com Muita informação

Um cartão de visitas deve conter apenas informações de contato para que a pessoa consiga falar com você futuramente. Esse não é o lugar de apresentar sua empresa e os serviços que ela oferece. Existem meios mais eficientes para fazer isso como site, folder e e-mail marketing.

Por mais tentador que seja contar um pouco mais da sua empresa no cartão visita, isso vai fazer com que você tenha um material poluído, confuso e que irá transmitir más impressões como falta de foco e profissionalismo. “Se ele não consegue nem fazer um bom cartão visita, como será capaz de oferecer um produto ou serviço de qualidade?”, irá se questionar seu cliente.

» 2. Cartão de Visita com Pouca informação

Se o excesso de informação atrapalha, a falta dela também é igualmente prejudicial. Por isso, tente pensar quais são os dados que não podem faltar no seu cartão de visita. O básico é:

Logo da empresa
Nome e cargo
Telefone
E-mail
Endereço
Site da empresa

Mas outras informações podem ser acrescentadas como o endereço das redes sociais e horário de atendimento, principalmente para o comércio. Profissionais que possuem regulamentação não podem esquecer de acrescentar o número do registro do seu conselho (CRM, CRP, CRECI etc).

» 3. Não escreva no cartão

O cartão de visitas não é um papel para anotações. Por isso, não acrescente nada a caneta. Se você precisa fazer isso é porque seu cartão de visitas não é eficiente. Nos casos em que alguma informação mudou – telefone ou endereço – não tem jeito, o melhor é imprimir um novo lote de cartões, mesmo que você ainda tenha uma grande quantidade do antigo.

Rasuras no cartão de visita passam uma impressão de amadorismo e descaso. É uma economia que vai custar muito caro para a sua imagem e para a reputação da sua empresa.

» 4. Elementos destoantes

Um cartão de visitas deve chamar a atenção pela sua beleza e coerência. Usar elementos muito rebuscados e que não tem nada a ver com a identidade visual da sua empresa é um artifício que não funciona. Cores chamativas somente se elas representam a proposta do seu negócio.

Saiba mais sobre a harmonia das cores

Lembre-se que um cartão de visitas deve ser bonito esteticamente e funcional ao mesmo tempo. Todas as informações devem estar organizadas para que sejam encontradas em menos de um segundo.

» 5. Impressão ruim

Esse é um fator decisivo. Um cartão de visita sem manchas, com cores corretas e um papel de qualidade fazem a diferença. Considere usar acabamentos como verniz localizado, laminação fosca ou touch e até mesmo uma faca especial pode ser bem-vinda, dependendo da proposta.

Para não errar na gráfica, solicite ao vendedor amostras de materiais que eles já fizeram e avalie se a qualidade da impressão e dos acabamentos é satisfatória.

Com essas dicas, não tem como errar no cartão de visita. Entre em contato conosco e solicite um orçamento para o seu cartão de visita.
E agora só depende de você levar uma boa conversa e conseguir fechar bons negócios com a sua rede de network. Boa sorte.